Encontre a luz em meio as trevas!

O que você entende por rock? Satanismo? Ódio? Intolerância? Se pensa assim, você está totalmente errado. Assim como toda forma de música, o rock pretende passar uma mistura de coisas, sentimentos e ideologias. Ninguém precisa seguir essas ideologias e sentimentos. Quem segue à risca é só uma pequena fatia, para nós só interessa o som, ou seja aqui no blog pretendemos mostrar exemplos da boa música, focando no rock, mas sempre passeando pelo metal, e as vezes pelo blues e pelo jazz. Bom proveito.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Top 5 - Músicas brasileiras marcantes

Olá! Durante esse recesso de fim de ano do blog (que não foi avisado, peço desculpas por isso) passei boa parte do tempo discutindo a história e apreciando a música brasileira, o que me inspirou a fazer esse Top 5. Diferentemente de outros que já trouxemos, este não se ordena pela qualidade de cada música, e sim pela ordem que me veio a mente, o que torna desnecessária qualquer discussão sobre as posições. Além disso, apenas duas podem ser talvez qualificadas como rock, o tema principal do blog. De todo modo, aproveitem:

5 - Carcará, de João do Vale
 Conhecida por várias versões, como as do Show Opinião (1964), a de Chico Buarque, a do Zé Ramalho e até a do Otto. Essa música fala sobre a águia do sertão e dos problemas da vida no interior do Nordeste. Como um bom cearense, adoro a canção. Atenção especial para a citação do show "Em 1950, 10% da população do Piauí vivia fora de sua terra natal, 13% do Ceará, 15% da Bahia, 17% de Alagoas, e enquanto isso um colar com 40 pedras de águas marinhas brasileira era entregue à Rainha Elizabeth". Segue o vídeo da apresentação de João do Vale e Chico Buarque:


4 - Tropicália, de Caetano Veloso
Uma das grandes obras do primeiro disco solo do artista, "Caetano Veloso" (1967), que catapultou Caê para o sucesso e para os festivais nacionais e internacionais. Tropicália é um dos clássicos do cantor baiano e também dos hinos de luta contra a Ditadura Militar, principalmente pelos seus versos "Sobre a cabeça os aviões, sob meus pés os caminhões, aponta contra os chapadões".


3 - Maracatu Atômico, de Jorge Mautner
Lenine uma vez chamou alguns cantores da música brasileira de malditos, por não terem conseguido o sucesso que mereciam, e entre eles estava este filho de europeus fugindo do Holocausto. Conhecido por ter tido suas músicas interpretadas por várias outros artistas, como Gilberto Gil, Caetano Veloso e Nação Zumbi, Mautner teve seu maior sucesso em Maracatu Atômico. Vale lembrar que além de violinista e cantor, também é escritor (Mitologia do Kaos e Deus da Chuva e da Morte sendo seus livros mais conhecidos) e diretor de cinema.



2 - Bloco na Rua, de Sérgio Sampaio
Outra composição de um dos malditos, Bloco na Rua foi o único hit de Sérgio Sampaio, um grande músico brasileiro, muito influenciado por Kafka e Augusto dos Anjos, vencedor de vários prêmios e que infelizmente morreu cedo e afastado da grande mídia, por consequência de uma vida de muitos prazeres e pouco limite. A música foi utilizada pelos movimentos estudantis por muito tempo, mesmo depois de sua morte.
.


1 - Panis et Circenses, dos Mutantes
Uma música totalmente inovadora que trabalha com maestria a psicodelia, a música brasileira, o novo pensar, o rock e todo o resto que fazia o tropicalismo ser genial. Uma das melhores já feitas pelo trio que tinha Rita Lee como (e uma das melhores da época) frontwoman. Muitos dizem que a música foi feita na casa de Gilberto Gil, durante uma "trip", onde cada um pegou um instrumento e a música foi simplesmente fluindo, o que mostra a tamanha colaboração do grupo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário